Conheça os principais tipos de vazamentos em uma embalagem

Todo produto embalado pode vazar! No entanto, os motivos e os tipos de vazamentos em uma embalagem podem ser muito variados e oriundos de diferentes fenômenos, como pressões internas ou externas, erros de acondicionamento e transporte, atritos, entre muitos outros.

E como bem se sabe, produto vazado pode ser sinal de perda, prejuízo e até riscos maiores, como contaminações e poluição, por exemplo.

Por isso, preparamos este post exclusivo para detalhar um pouco melhor sobre os principais tipos de vazamentos em uma embalagem e a importância de testes de hermeticidade mais apurados.

Quer conferir? Então, boa leitura!

Afinal, quais são os tipos de vazamentos mais comuns em embalagens?

Existem vários tipos de vazamentos que podem ocorrer em uma embalagem hermética, sendo os principais deles os seguintes exemplos:

  • Microfuros e rasgos – Pequenos buracos ou fissuras na embalagem podem permitir a entrada de ar, umidade e microorganismos, além de permitir a saída do produto;
  • Falha no fechamento – Se a embalagem não for selada corretamente, pode haver vazamento do produto;
  • Deformação e desgaste da embalagem – Se a embalagem for submetida a pressão ou impacto, ela pode ficar deformada e perder a vedação;
  • Deterioração da vedação – Com o tempo, a vedação da embalagem pode se deteriorar, permitindo a entrada de ar e umidade;
  • Permeabilidade – Alguns materiais de embalagem, como plásticos porosos, podem permitir a entrada de gases ou líquidos, o que pode levar à deterioração do produto;
  • Pressão interna – Se o produto dentro da embalagem produzir gases ou pressão interna, pode ocorrer vazamento se a embalagem não for capaz de lidar com essas pressões;
  • Pressão externa – Se a embalagem for submetida a pressão externa durante o transporte ou armazenamento, pode ocorrer vazamento se a embalagem não for resistente o suficiente.
  • Transporte e armazenagem – Durante o transporte ou armazenagem, a embalagem pode ser exposta a vibrações, choques, atritos e temperaturas extremas, o que pode levar a vazamentos se a embalagem não for projetada para resistir a essas condições.

Qual a importância do teste de hermeticidade em embalagens?

Para evitar os mais diversos tipos de vazamentos em uma embalagem, é possível realizar testes para mensurar a capacidade de vedação desses produtos.

Esse teste é fundamental para garantir a qualidade e a segurança do conteúdo, uma vez que embalagens defeituosas ou com vazamentos podem permitir a entrada de ar, umidade, microorganismos e outros contaminantes que podem comprometer a qualidade e a sua segurança.

Além disso, há a questão da imagem do fabricante envolvida, já que se um produto chegar às mãos do consumidor final sem a sua devida integridade, isso pode gerar reclamações, críticas e até mesmo processos judiciais.

A TEX é uma empresa especializada no assunto e desenvolve equipamentos de última geração para a realização de testes de hermeticidade em embalagens, permitindo assim que as empresas parceiras melhorem cada vez mais os seus produtos e ofereçam melhores experiências ao consumidor final.

Quer saber mais e conhecer melhor os principais testes de hermeticidade em embalagens? Então, converse com um de nossos especialistas e faça já seu orçamento.

Imagem: divulgação

Gostou? Compartilhe!

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

ARTIGOS RECENTES

Conheça os produtos que podem ser testados pela TEX
Testes de hermeticidade ajudam a reduzir desperdícios
Como evitar vazamentos nos seus cosméticos durante a viagem?
Embalagem Blister: quais os riscos de um vazamento?
Como um vazamento na embalagem pode influenciar na qualidade do seu café?