Quais testes de embalagens são fundamentais na indústria alimentícia?

Existem diferentes tipos de testes de embalagens para a indústria alimentícia e, basicamente, eles servem justamente para garantir uma melhor qualidade e resistência aos produtos, evitando por exemplo, riscos de contaminações, perdas de conteúdos, mudanças das características originais, entre outros infinitos fatores.

E para que você conheça alguns desses principais testes de embalagens, nós preparamos este post com algumas dicas e exemplos práticos.

Quer conhecer melhor? Então, continue a leitura até o final e tome nota das dicas!

6 tipos de testes de embalagens comuns na indústria alimentícia

1. Teste de resistência ao impacto (ASTM-D880)

Como o próprio nome já sugere, este tipo de teste de embalagem visa avaliar o comportamento do material em caso de impactos contra o produto, bem como vibrações, choques e pressões que possam causar danos ao conteúdo embalado.

Tal teste é de suma importância também para avaliar os procedimentos sobre transporte, armazenamento e manuseio dos produtos nas mais variadas condições.

2. Drop test (ASTM-D5276)

O chamado Drop Test de embalagens alimentícias se refere a um teste de resistência a queda livre.

Ou seja, alguns produtos dessa indústria podem passar por esse método de testagem, no intuito de mensurar e medir os níveis de proteção do conteúdo em relação a possíveis impactos por queda.

Nesse caso, o teste é realizado por meio de plataformas específicas e com alturas pré-determinadas, fazendo com que o material seja arremessado propositalmente ao chão, medindo assim o grau de danos provocados.

3. Temperatura de armazenamento (ASTM-D3103)

Um outro tipo de teste de embalagens na indústria alimentícia se refere à checagem sobre o grau de resistência quanto à temperatura de armazenagem do produto.

Dessa forma, o teste é realizado com uma simulação de armazenamento destes conteúdos em diferentes níveis de temperatura ambiente (tanto baixas, como altas) e por determinados períodos.

Em alguns casos, o teste envolve também procedimentos de congelamento e descongelamento do material, no intuito de avaliar as condições finais, tanto da embalagem, como do conteúdo em si.

4. Teste de compressão dinâmica (ASTM-D6641)

Os testes de compressão dinâmica para embalagens alimentícias submetem os produtos à diferentes níveis de pressão, simulando assim movimento de força contra eles.

Na prática, utilizam-se chapas ou equipamentos específicos que pressionam sobre o material e variam as forças aplicadas, justamente para mensurar a resistência máxima da embalagem.

Isso é importante, por exemplo, para avaliar as melhores condições de transporte e armazenagem dos produtos, e evita casos de avarias, como rasgos e abertura indevida da embalagem.

5. Teste de hermeticidade (ASTM-F2338 e ASTM-F2096)

O teste de hermeticidade de embalagens alimentícias tem como objetivo principal avaliar a possível presença de vazamentos nos materiais.

Na prática, este tipo de teste visa garantir total vedação das embalagens e evitar qualquer tipo de perda, desperdício ou contaminação ao conteúdo embalado.

Ele é realizado sob a água, enquanto equipamentos específicos inflam com pressão interna a embalagem. Caso haja a presença de bolhas, é sinal de que há vazamentos no pacote.

Também pode ser realizado à seco, utilizando-se equipamentos que vedem a peça por câmara externa (rígida ou flexível), com a vantagem de não ser um teste destrutivo e aplicável a 100% da linha de produção.

6. Resistência de embalagem (ASTM-F1140 e ASTM-F2054)

Os testes ASTM-F1140 e ASTM-F2054 visam determinar a resistência mínima à ruptura de uma embalagem devidamente vedada. Assim, na prática, a testagem se faz com o aumento da pressão interna com ar comprimido até a junta estourar.

Em resumo, essas são algumas dicas e exemplos de testes de embalagens fundamentais na indústria alimentícia e as principais características, aplicações e funcionalidades deles na prática.

E se você quer saber mais e realizar testes como o de Hermeticidade e o de Resistência de embalagem, não deixe de conversar com um de nossos especialistas e conheça as soluções da TEX.

Imagem: divulgação

Gostou? Compartilhe!

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

ARTIGOS RECENTES

Conheça os produtos que podem ser testados pela TEX
Testes de hermeticidade ajudam a reduzir desperdícios
Como evitar vazamentos nos seus cosméticos durante a viagem?
Embalagem Blister: quais os riscos de um vazamento?
Como um vazamento na embalagem pode influenciar na qualidade do seu café?