Tudo vaza! Saiba o que é e a importância da estanqueidade!

Se pararmos para observar, praticamente tudo o que consumimos como produtos (em especial, alimentícios e cosméticos) podem vazar de suas embalagens ao ser aplicada algum tipo de força externa.

No entanto, boa parte deles consegue armazenar seus conteúdos de forma eficaz e com tamanha resistência, evitando que esse problema ocorra. E o “segredo” disso está justamente na estanqueidade dessas embalagens.

Certamente, como consumidores, nem sempre pensamos nisso, mas por detrás de cada um desses produtos, é certo de que houve testes de estanqueidade antes de serem comercializados.

Por isso, nosso assunto de hoje é justamente abordar um pouco sobre a importância desse conceito e porque toda indústria deve investir mais nesse tipo de teste em seus produtos.

Boa leitura!

Afinal, qual é o conceito de estanqueidade de produtos?

A estanqueidade de embalagens refere-se à capacidade de uma embalagem evitar a entrada ou saída de líquidos, gases ou partículas, ou seja, manter um ambiente hermético dentro da embalagem.

Logo, podemos dizer que a estanqueidade visa, principalmente, preservar a qualidade e a segurança do produto embalado.

Qual a importância da estanqueidade na indústria?

Como bem destacamos, a estanqueidade é importante em embalagens porque garante que o conteúdo dela seja mantido em um ambiente devidamente seguro e protegido.

Isso pode incluir, por exemplo, a proteção contra a entrada de ar, umidade, poeira, bactérias e outros contaminantes que podem afetar a qualidade ou a segurança do produto.

Além disso, a estanqueidade também se faz crucial para garantir a durabilidade e o prazo de validade do produto embalado, em especial aqueles produzidos pela indústria alimentícia, farmacêutica e de cosméticos, por exemplo.

Fora isso, a falta de estanqueidade de uma embalagem pode levar a vazamentos ou perdas de conteúdo, o que pode ter consequências negativas tanto para a qualidade do produto, para os processos de produção e como também para o meio ambiente.

Sendo assim, a estanqueidade é fundamental para proteger o produto, garantir a qualidade dos processos produtivos e manter a satisfação do cliente.

Como garantir a estanqueidade de produtos e processos?

Se você preza pela máxima qualidade de seus produtos, investir na estanqueidade das embalagens é fator primordial para a sua indústria.

E para que isso seja atendido na prática, é fundamental garantir alguns fatores dentro de seus processos, bem como:

  • Selecionar materiais de embalagem adequados, que sejam resistentes a rasgos, perfurações e que possuam propriedades de barreira contra líquidos, gases e outras partículas;
  • Validar e verificar a conformidade da embalagem em relação às especificações do projeto, incluindo testes de vazamento e resistência à pressão;
  • Empregar técnicas de vedação, tais como soldagem, adesão ou fechamento a quente, de acordo com as especificações do projeto;
  • Inspecionar regularmente as embalagens durante o processo de produção para garantir que elas estejam de acordo com as especificações do projeto;
  • Realizar testes de estanqueidade em uma amostra aleatória de embalagens para garantir a sua conformidade com as especificações do projeto com empresas especializadas e com equipamentos de alta tecnologia.

A TEX Equipamentos é referência em equipamentos para estas validações e oferece o que há de mais completo e moderno em termos de equipamentos para testes de estanqueidade, garantindo assim mais qualidade, segurança e satisfação no consumo de seus produtos.

Quer saber mais sobre soluções de estanqueidade e como implementá-las em sua empresa? Então, converse agora mesmo com um de nossos especialistas.

Imagem: divulgação

Gostou? Compartilhe!

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

ARTIGOS RECENTES

Conheça os produtos que podem ser testados pela TEX
Testes de hermeticidade ajudam a reduzir desperdícios
Como evitar vazamentos nos seus cosméticos durante a viagem?
Embalagem Blister: quais os riscos de um vazamento?
Como um vazamento na embalagem pode influenciar na qualidade do seu café?